Importância de Conversar Com o Seu Filho



Assinalou-se no passado dia 20 de Outubro o Dia Mundial de Combate ao Bullying, mas hoje não vou falar de bullying, vou falar da importância de conversar com o seu filho e como isso pode ajudar nestas questões.


Conversar ajuda a manter a ligação e o vínculo com o seu filho e, para além disso, também permite que ele recorra a si quando tiver dúvidas, em situações de stress emocional, etc.

Ter um canal de comunicação aberto é uma forma de proteger e orientar o seu filho.


Existe uma metáfora que utilizo em consulta e que ajuda a perceber a importância de partilhar com alguém o que se passa connosco: A mãe (ou o pai) quando vai estender a roupa tem de carregar com o alguidar pesado de roupa lavada. É difícil, mas consegue, no entanto, se alguém a ajudar, se cada um pegar num lado do alguidar, o peso é distribuído e é muito mais fácil e rápido.


Isto também acontece com os nossos sentimentos. Quando partilhamos o que sentimos ou o que se passa connosco, diminui o peso e podemos até encontrar soluções. Os pais podem ajudar as crianças a lidar com as emoções e a desenvolver a sua regulação emocional e estratégias de resolução de conflitos.


É importante incentivar o seu filho a falar sobre emoções e, se quer que o seu filho fale consigo, dê o exemplo e partilhe também com ele "como foi o seu dia", "como se sente", etc.


Algumas dicas para incentivar a comunicação:

  • Crie o hábito diário de partilha do dia, nesse momento anule outras distrações (como o uso do telemóvel ou TV ligada);

  • Pratique a escuta ativa: oiça e preste atenção ao que está a ser dito;

  • Fale sobre emoções, sobre o que determinadas situações a fazem sentir e que estratégias usa para as gerir;

  • Valide as emoções.



// Texto escrito por Daniela Teixeira da Fonseca, Psicóloga Clínica no Centro Clínico ADCA

30 views0 comments